RGPD e Duplo Opt-in

Regulamento Geral de Protecção de Dados (RGPD) é apenas um conjunto de leis que dá mais segurança e privacidade aos dados pessoais dos cidadãos da União Europeia.

O que é o RGPD e implicações para o seu negócio       RGPD

RGPD e Duplo Opt-in

Temos que implementar um processo de dupla confirmação?!

Temos que implementar um duplo opt-in para estar em conformidade com o GDPR?

Não, o GDPR exige muitas medidas, mas raramente é específico como exatamente estas devem ser alcançadas.

consentimento deve ser comprovado! Simplesmente, ninguém deve ser capaz de, por exemplo, colocar endereços de e-mail aleatórios na sua base de dados (ou não deveria poder afirmar que foi assim que conseguiu os contactos).

Opt-in é um processo em que uma pessoa insere um endereço de e-mail (e outros dados pessoais) num formulário e após submeter este formulário, é-lhe enviado para o endereço de email do destinatário um e-mail com um código ou um backlink, para confirmar que é o proprietário da caixa de correio.

É talvez a maneira mais comum como as empresas irão verificar seus usuários, mas não a única possível.

Assim, não é necessário voltar a confirmar com esse contacto se pretende figurar na sua base de dados, deve é cumprir com o requesito de, sempre que lhe enviar uma newsletter ou mensagem promocional, haver uma forma simples e rápida de esse contacto sair da Base de Dados ou alterar as suas preferências (segmentos).

No mundo off-line, pode permitir que os clientes preencham um formulário em papel (mas deve ter uma cláusula em que o cliente afirma que é proprietário da caixa de correio). Também pode usar os dados obtidos de vários contratos ou pedidos (não se esqueça de ter uma cláusula com o consentimento explícito do processamento de dados para fins de marketing que deve ser aprovado separadamente). Mas mesmo online pode evitar oferecer opt-in. Por exemplo, se existir um pagamento com cartão desde que o cliente esteja identificado no pagamento (ser o titular).

 
Naturalmente, o ponto de interrogação é como proceder se um endereço de e-mail (ou algo similar) não fizer parte dos dados processados (com comprovativo de aceitação).
 
No entanto, não se esqueça de que a desinscrição (unsubscribe) é ainda mais importante. Os seus clientes devem sempre ter a possibilidade de fazê-lo e necessitam ser informados disso.
O Incomaker resolve automaticamente todos os aspectos mencionados.

A sua base de dados atual é válida até 3 anos, sendo que após esse período é necessário realizar nova validação – não é necessário realizar o processo todo de novo!

Incomaker Base de Dados Global Traders

E a minha base de dados actuais?

Se já envia emails promocionais ou newsletters a clientes dos quais detém dados pessoais, necessita de ter em atenção dois procedimentos:
– deve enviar um email a informar da alteração dos termos e condições, disponibilizando duas opções aos clientes: uma para deixar de figurar na base de dados a outra a dar o aval a permanecer.
– se comprou a base de dados necessita de ter a certificação da autorização desses dados, este requisito legal não é novo!