Cabo Verde com crescimento do PIB de 5,5%

O ritmo da actividade económica acelerou e estima-se que o crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) tenha crescido 5,5% em 2018. Estes são os principais dados do relatório da missão do Grupo de Apoio Orçamental (GAO), que esteve em Cabo Verde de 17 a 21 de Junho.

Para 2019, o GAO prevê que o PIB cresça dentro do intervalo de 5% a 6%.

A inflação média anual aproximou-se de 1.3%, em 2018, em comparação com os 0.8% de 2017, reflectindo preços mais elevados de transportes, energia e habitação.

Melhorias no défice da balança corrente externa, ficou estimado em 4,5% do PIB, em 2018, em relação a um défice de 7,0% do PIB em 2017.

O défice da conta corrente externa continua a ser financiado principalmente através de influxos oficiais de capitais e investimento privado. Como resultado, as reservas internacionais mantêm-se adequadas, em 5,6 meses de importações, calcula o GAO.

Segundo Olavo Correia “A nota do GAO é uma nota altamente positiva, o quadro macroeconómico é estável, a economia está a crescer, a divida está a diminuir, o défice esta reduzir-se, o ambiente de negócios está a melhorar, mas temos que acelerar fazer mais, fazer melhor e fazer mais rápido, para que possamos atingir o crescimento de 7%”.

Do relatório consta ainda que a dívida pública em relação ao PIB diminuiu pelo segundo ano consecutivo, em 2018, mas ainda permanece elevada. Depois de um aumento rápido em anos anteriores, a dívida diminuiu de 127,8% do PIB, em 2016, para 122,8%, em 2018.

O GAO congratula as autoridades pelas medidas tomadas para reduzir os riscos fiscais do sector empresarial público, realçando a importância de acelerar as reformas em curso, especialmente nos sectores dos transportes e energia.

Click aqui e descubra as nossas propostas para o setor de construção e HORECA